quinta-feira, 25 de agosto de 2011

Lembranças em Vermelho


O vermelho que escorre das lembranças
Dança em minhas noites com a sombra do seu abraço...
Para onde você foi além do silêncio de um coração que não bate?
Eu não quero perder esse vazio que me preenche quando sinto medo...

E este imenso céu azul ainda é nosso?
O pôr-do-sol perdido no horizonte
Não une o dia com a noite
Quando eu apenas não te encontro.

Será que foi enterrado com você o relógio e o tempo?

Mas esses sentimentos continuam cavando a minha mente,
Na esperança de tirar você dos meus sonhos
E colocar alguma luz na escuridão que nos faz desaparecer,
Mergulhados no sangue dessa ferida aberta em seu corpo e sangrando em minha alma.

Sangrando...
Eu também vou correr para lá
Feito um ponteiro
A girar, a girar, a girar...

O vermelho que escorre das lembranças
Dança em minhas noites com a sombra do seu abraço...

Autor: Tom Aiko


Nenhum comentário:

Postar um comentário